Sites Grátis no Comunidades.net

Feira de Filmes Alternativos e Raros



Total de visitas: 48559
Documentários sobre Mídia, Poder, Corporações, etc.

Documentários sobre a Mídia, Poder, Corporações, Militarismo e Quarta Guerra Mundial:

"Quarta Guerra Mundial" de Rick Rowley e Jacqueline Soohen

Filme sobre milhares de pessoas e movimentos sociais que se manifestam em todo o mundo, mostrando uma nova página da história composta pelos atos da resistência ao neoliberalismo. Das linhas de frente nos conflitos sociais no México, Argentina, África do Sul, Palestina e Coréia; "no norte" de Seattle a Gênova; na "guerra ao Terror" em Nova Iorque, no Afeganistão e no Iraque, o filme traz as imagens e as vozes de uma guerra não noticiada: a resistência radical ao capitalismo global, com cenas de manifestações populares inéditas na grande mídia. A filmagem foi feita nos cinco continentes, durante mais de dois anos. Com trilha sonora de Manu Chao, Asian Dub Foundation, Múm, Moosaka, Cypher AD e DJ C.


"9/11 Loose Change (2º edição)" do grupo Louder Than Words

Versão reeditada da (2ª Edição) de Loose Change, filme proibido nos EUA. Essa versão contém correções de erros factuais e novas cenas. Documentário fantástico, mostrando evidências de que os eventos de 11 de Setembro nos EUA, podem ter sido uma obra interna do próprio governo. Uma grande investigação a respeito dos acontecidos naquele fatídico dia. Apesar de muitas evidências poderem ser refutadas, ao final desde documentário você perceberá que algo não está correto na história oficial. Pesquisem por si mesmos e verão que há muito mais a se questionar.





"A Batalha do Chile" de Patrício Guzmán - DVD quádruplo

Considerado um dos melhores e mais completos documentários latino-americanos, A Batalha do Chile é o resultado de seis anos de trabalho. Dividido em três partes (A insurreição da burguesia, O golpe militar e O poder popular), o filme cobre um dos períodos mais turbulentos da história do Chile, a partir dos esforços do presidente Salvador Allende em implantar um regime socialista (valendo-se da estrutura democrática) até as brutais conseqüências do golpe de estado que, em 1974, instaurou a ditadura do general Augusto Pinochet.


"Brasil, muito além do Cidadão Kane" de Simon Hartog

O filme que conta a história da Rede Globo de Televisão e de seu fundador ( o defunto Roberto Marinho), revelando o sutil poder de manipular a sociadade através das imagens. Mostra como a Globo cresceu e se fortaleceu, hoje tendo mais poder que um partido político e que o próprio povo, já que este depende da Globo para formar seu comportamento, idéias e opiniões, levando-nos á passividade e á acomodação ás injustiças do Brasil. O filme foi proibido no Brasil desde seu lançamento em 1993 graças á uma ação judicial movida por Roberto Marinho. Atualmente existem poucas cópias em circulação no país, quase todas "ilegais". O filme foi produzido pelo canal inglês Channel Four e conta com a participação de alguns artistas, políticos e especialistas, como Luis Inácio Lula da Silva, Chico Buarque, Leonel Brizola, Washington Olivetto, Armando Falcão, Antônio Carlos Magalhães, Walter Clark, Armando Nogueira, Gabriel Priolli e Maria Rita Kehl. Jamais esteve no circuito dos cinemas brasileiros, e a exibição que ocorreria no Musei de Arte Moderna - MAM, do Rio de Janeiro, foi proibida pelo, na época, presidente da República Itamar Franco .
O nome do documentário faz referência ao filme "Cidadão Kane" de Orson Welles, no qual é retrtada a vida e o poder de um magnata das comunicações nos EUA. O documentarista faz a pergunta á vários entrevistados: "Roberto Marinho é o Cidadão Kane?". A resposta só assistindo "Muito além do Cidadão Kane".

Coleção Bolívia: “Fusil Metralla, el pueblo no se calla!”


Três documentários sobre a Bolívia, e sua história recente de protagonismo popular que levou á eleição de Evo Morales á presidência em 2005. "Fusil Metralla, el pueblo no se calla!”:Em 2003 o governo presidido por Gonzalo Sánchez de Losada e Carlos Mesa, decreta um imposto aos salários. Isto dá origem à um motin policial e protestos da população que são reprímidos por forças militares e franco-atiradores, que ficou conhecido como " El impueztazo" . Imensas mobilizações e bloqueios de estradas tomam conta do país até que Goni renuncie, fugindo para os EUA. Além disso, este documentário também retrata as outras duas "Guerras" ( Guerra da àgua e Guerra do gás) que fazem parte do processo de levante popular e a consequente derrubada de dois presidentes, da convocação da Assembléia Constituinte e da eleição de Evo Morales em 2005.“La guerra por el cerro Posoconi en Huanuni”: mostra os confrontos entre mineiros no cerro (ou mina)
Posoconi, na região de Huanuni, á qual tem forte tradição de sindicalismo mineiro. “Historia de Bolivia”: conta a história política do país, para entender que forças políticas, econômicas e culturais formaram e formam o país.

Sem legendas em Português - Áudio em espanhol


"Control Room" de Jehane Noujiam

"Control Room", documentário da egípcia Jehane Noujiam, leva o espectador para os bastidores da TV árabe Al jazeera nos primeiros dias da guerra no Iraque. O filme revela as distintas coberturas da mídia norte-americana e da TV árabe, as tentativas de manipulação da imprensa por parte dos militares, a perseguição e morte de profissionais da TV árabe pelo exército norte-americano e os constantes ataques dos EUA contra a Al jazeera pela sua cobertura da invasão e guerra no Iraque. O documentário é imperdível e demonstra com propriedade a máxima de que a primeira vítima da guerra é sempre a verdade.








"Corações e Mentes" de Peter Davis

Corações & Mentes mostra friamente o confronto dos Estados Unidos na Ásia, envolvendo o Vietnã. Usando uma gama de fontes como: entrevistas para jornais nos Estados Unidos, filmagens jornalísticas no teatro da guerra e conflitos gerados em outros países. Davis constrói com detalhes um poderoso retrato dos efeitos desastrosos de uma guerra. Corações & Mentes é uma experiência emocional chocante com tão violentas, que desaconselhamos a pessoas com problemas cardíacos. Obra controversa, vencedora do Oscar de Melhor Documentário em 1974. Como a história está se repetindo na guerra dos Estados Unidos contra o Iraque, este filme nunca esteve tão atual. Um dos mais poderosos filmes anti-guerra de todos os tempos.






"A Corporação" de Mark Achbar, Jeniffer Abbott e Joel Bakan

Documentário Americano, com 40 entrevistas, incluindo presidentes de diversas corporações, espiões corporativos e críticos como Noam Chomsky, Michael Moore, Naomi Klein, Milton Friedman e Vandana Shiva, mostrando como as corporações se tornaram a instituição dominante e o que está sendo feito para reverter esta situação.


“Costa Rica S.A.” de Pablo Ortega

Dirigido pelo professor universitário costarriquenho Pablo Ortega, este documentário expõe e questiona um dos temas mais intrincados e polarizados da vida nacional da Costa Rica: o Tratado de Livre Comércio entre a República Dominicana, América Central e os Estados Unidos, mais conhecido como TLC. Com imagens de arquivo (tanto audiovisuais como gráficas), entrevistas, um pouco de humor e rigor informativo, o documentário exibe uma estrutura de cinco partes que explora as áreas mais comprometidas em relação ao tratado: “El TLC y la industria militar”, ¿Qué es el TLC?”, “¿Qué ganamos?”, “¿Qué perdemos?” e “¿Quién negoció el TLC?”. Gerou polêmica ao ser transmitido pela TV e quase foi proibido na Costa Rica.

Sem legendas em Português - Áudio em espanhol


“Crise é o Nosso Negócio” de Rachel Boynton

Crise é o nosso negócio narra uma dramática aliança entre política e marketing. Em seu primeiro filme, Rachel Boynton obtém uma visão impressionante da campanha de Gonzalo Sánchez de Lozada, o "Goni", à presidência da Bolívia em 2002, a partir do trabalho da empresa americana de consultoria de James Carville, famosa por conduzir Bill Clinton ao primeiro mandato na Casa Branca. Contratada para elaborar as estratégias eleitorais de Sánchez de Lozada, a empresa põe em prática técnicas agressivas de manipulação de opinião; o objetivo é reformar a imagem de Goni e virar o jogo na reta final das eleições. Bem-sucedidos, os estrategistas descobrirão, tarde demais, que seu êxito teve um preço alto.
Crise é o nosso negócio estuda os riscos da simbiose entre ideologia e marketing para a consolidação da democracia numa nação à beira do colapso.




"Cuba: seleção de 5 documentários"

1.Desafio: demonstra a luta do povo cubanodurante os momentos mais difíceis do período pós-URSS. Conta com um discurso de Fidel, imagens da ilha e depoimentos. 2. Bloqueio - A Guerra contra Cuba: depoimentos de autoridades cubanas sobre o bloqueio econômico imposto pelos EUA á Cuba. 3. Montanha de Luz 1: retrata o trabalho das Brigadas Internacionalistas de médicos cubanos mostrando sua atuação em diversos países. 4. Montanha de Luz 2: continuação do anterior, também retrata o trabalho dos médicos cubanos mundo afora. 5. Missão contra o terror: documenta a prisão e a situação em que se encontram os cinco cubanos aprisionados nos EUA por questões políticas.





“Digam a verdade" do Ministério de Comunicações da Venezuela

Um breve documentário sobre a não-renovação da RCTV. Com entrevistas de ex-funcionários, políticos, pessoas nas ruas e do próprio Chávez, se explica e se esclarece porque a RCTV não merecia a renovação de sua concessão. Além de não cumprir as regras sociais para ter o direito á concessão, e de maltratar os funcionários, a RCTV atuou explicitamente á favor do golpe de estado de 2002 contra o presidente eleito (no caso Hugo Chávez) emitindo spots chamando á população ao “golpe democrático”. Por sua programação nefasta e manipulatória, com demasiado apelo sexual e á violência, sem nenhum compromisso com a educação e formação cultural digna para a população. Assistindo o documentário tem se a impressão de que a RCTV é “mais baixaria que o João Kléber, e mais fascista que a Miriam Leitão”. Comprove. E saiba a diferença entre “fechar um canal de TV” e “não-renovar sua concessão”.





NOVO “Darfur Now” de Ted Braun

Algumas estrelas de Hollywood (como Don Cheadle e George Clooney) se colocaram a serviço de Darfur em um documentário destinado a ressuscitar a esperança de uma solução para o conflito que assola há quatro anos essa região do oeste do Sudão. Este documentário não se foca na violência cotidiana da província e sim segue os esforços de pessoas que buscam, cada uma a sua maneira, encontrar uma saída para um conflito que já deixou 200.000 mortos e dois milhões de refugiados, segundo a ONU. A equipe do filme seguiu o ator americano Don Cheadle, astro de "Hotel Ruanda", o promotor da Corte Penal Internacional (CPI), o argentino Luis Moreno-Ocampo, um militante americano e uma mulher de Darfur que se uniu aos rebeldes depois da morte de seu filho. Este cruzamento entre Darfur, Califórnia, Haia, Pequim e a sede da ONU em Nova York visa a compreender a complexidade do conflito e incentivar a opinião pública a pensar mais nesse problema.


NOVO “Diários de um Skin”+”Os ultras de Málaga”

Reportagens da TV espanhola sobre a atuação de grupos neofascists skinreds e os “ultras” que atacam imigrantes e militantes de esquerda violentamente, além de fazerem apologia ao nazismo e á idéias de ultra direita.

NOVO “El Baile Rojo” de Yezid Campos - sem legendas; Áudio em espanhol

O documentário “El Baile Rojo”, "a Memória dos Silenciados", provém do nome da operação militar contra a Frente Patriótica, um partido proposto em 1984 pelas FARC para pôr termo à guerra civil. O genocídio foi manejado por politicos, militares e milicias civis, num plano cínicamente chamado “o baile vermelho”. Foi a sangue e fogo que foi apagada uma situação de legalidade do mapa politico e a possibilidade de reconciliação. O vídeo contou com depoimentos de 25 sobreviventes dos cerca de 3000 militantes agrupados no chamado “Movimento Reiniciar”, uma organização não governamental que liderou uma petição dirigida à Comissão dos Direitos Humanos Inter- Americana.





"Enron: os caras mais espertos da classe" de Alex Gibney

A história por trás do famoso escândalo da multinacional americana Enron.
O filme examina o escândalo da contabilidade da Enron e revela a psicologia da ganância e da corrupção corporativa que facilitou a ascensão da companhia no poder, (e também sua queda). Quando a Enron faliu em 2001, seus diretores principais ficaram milionários, mas depois enfrentaram julgamentos e sentenças de prisão. Por outro lado, muitos funcionários e investidores ficaram com nada, nem mesmo suas aposentadorias. Mostrando a cara da nova economia dos anos 90 (quando os livros de auto-ajuda mostravam como ficar rico), o filme revela como não apenas a Enron sozinha, mas uma rede de banqueiros, comerciantes, e contabilistas fecharam os olhos para os números claramente suspeitos da companhia. O CEO Ken Lay e os chefões Jeff Skilling e Andy Fastow do alto escalão da empresa dão entrevistas cândidas que ilustram sua habilidade em rebater perguntas críticas e com egoísmo defendem o sucesso da companhia. Um documentário notável que revela uma história de corrupção e falência fraudulenta, onde os capitalistas mostram em que são “mais espertos”.


NOVO “Entre Muros e Favelas” de k Kraak, A Trever e TV Tagarela

Impressionante documentário sobre a vida e a morte nas favelas do Rio de Janeiro. Apresenta a violência policial e a violência do tráfico como dois lados de uma mesma moeda: a guerra contra os pobres. O vídeo conta com depoimentos de representantes de ONGs e movimentos sociais, aos quais se somam as emocionantes falas de parentes e amigos de vitimas da violência. Violência esta que tem cor, classe e idade, já que a grande maioria de mortos e feridos são jovens, negros e pobres. O cenário do documentário são as próprias ruas e becos dos morros cariocas, onde residem mais de 20% da população da cidade.O filme desnuda o papel do Estado, presente nessas localidades apenas através da violência policial, e revela como essa ausência dificulta a organização dessas comunidades e prejudica suas lutas. Denuncia ainda o medo e o preconceito difundidos pela mídia em relação aos que moram em favelas, tratados como “classes perigosas”, o que estimula a continuidade dessa verdadeira barbárie. Entre Muros e Favelas tem, entre outras, a virtude de conseguir politizar a questão da violência, uma denúncia da nossa realidade. É uma imagem da resistência dos que se opõem a esse massacre, especialmente das mães que perderam seus filhos, pois dá voz àqueles que normalmente são calados.



“Ernesto Varela - o repórter” de Marcelo Tas e Fernando Meirelles

Na época da ditadura brasileira a censura era pesada e os repórteres tinham pouca liberdade para fazer perguntas. Ernesto Varela (personagem criado por Marcelo Tas), como era ‘ficção’, tinha certa ‘imunidade parlamentar’. Utilizava-a para fazer perguntas inusitadas, muitas vezes absurdas, que obrigavam o entrevistado a dar respostas pouco convencionais, como quando perguntou para Maluf: “É verdade que o senhor é um ladrão?”. O lançamento deste DVD marcou os 20 anos da criação de Ernesto varela, “o repórter que não amarela”. O personagem é um anti-repórter trapalhão e falsamente boboca,interpretado pelo apresentador Marcelo Tas. Entre as reportagens presentes no DVD há entrevistas com Lula e FHC (durante os comícios pelas Diretas, em 1984), uma cobertura da eleição de Tancredo e um documentário rodado em Cuba.

"O Espetáculo Democrático" de Guilherme César

Documentário que mostra as relações entre a Política e a Mídia. Contém entrevistas com figurinistas, maquiadores, assesores de campanha e ex-presidentes e candidatos. O filme desmascara o "espetáculo" criado para forjar a democracia no Brasil, demonstrando claramente as intenções e atitudes dos que compões o jogo da política. Contém depoimentos raros de figuras como Maluf, Lula, Collor, Arbex, Pedro Stédile e outros.
Espetacular para debates, principalmente em épocas de eleições.













NOVO “Fábricas Ocupadas: Governo Lula e os Capitalistas” de Flávio Damiani

Este documentário conta a história da ocupação das fábricas Cipla e Interfibra, que desde dua tomada pelo trabalhadores, até a intervenção policial-militar, decorreram 5 anos. Em 31 de maio de 2007, centenas de homens armados da Polícia Federal, em verdadeira operação de guerra, arrancaram de dentro das fábricas, os membros da comissão de fábrica eleitos pelos operários empossando um interventor federal. A polícia cumpria um mandado judicial, a pedido do governo Lula, que cobrava uma dívida deixada pelos antigos donos.Os trabalhadores e seus líderes falam das suas lutas, do dia a dia nas fábricas ocupadas, da redução da jornada de trabalho de 44 para 30 horas semanais, o acordo com o governo Chávez, da Venezuela, para construir uma fábrica de casas, a Petrocasa. Também narram o pavor durante a intervenção, todo tipo de humilhação a que foram expostos, angústias e perpectivas.O Movimento das Fábricas Ocupadas no Brasil continua e se reagrupa com o apoio de entidades sindicais e de movimentos sociais do mundo inteiro.

"Fahrenheit 9/11" de Michael Moore

Os bastidores do 11 de setembro, revelando as escusas relações entre as famílias Bush e Bin Laden. Revela a nova faceta do capitalismo, em que o estado e os interesses financeiros de um homem se confundem.

“Falcão, Os Meninos do tráfico” de MV Bill

Documentário do cantor MV Bill sobre o tráfico nas favelas do Rio de Janeiro, e o terrível envolvimento de crianças e jovens com o mundo das armas, drogas e mortes. Além de uma visão dentro do “mundo do crime”, o filme é um alerta para a degradação da vida de milhares de pessoas que estão matando e morrendo diariamente nas mãos de um sistema inumano, o que gera para a parte “boa” da sociedade contra-efeitos explosivos.


"Fazedor de Montanhas" de Juan Figueroa

Documentário com série de entrevistas sobre o lixo urbano, seu aspecto social, cultural, político e humano. Através de uma comparação com o lixo produzido e o descaso humano cotidiano, o documentário enfoca a questão, deste "fazedor de montanhas" de uma forma crítica, visando dar um outra orientação á nossos padrões de consumo e produção, com uma real responsabilidade em relação á sociedade e á natureza.





"O Futuro da Comida" de Deborah Koons Garcia

Filmado nos Estados Unidos, no Canadá e no México, "O Futuro da Comida" mostra como a política e as multinacionais ocidentais estão controlando o sistema de comida no mundo, fazendo que mudemos o que comemos.
Interessante a afirmação de que além de irmos perdendo diversidade genética, também estamos perdendo diversidade intelectual. O documentário apresenta, entre outros, o trabalho de David Quist e Ignacio Chapela, biólogos da Universidade de Berkeley (na Califórnia), que publicaram um artigo na revista Nature, que revela a presença de material transgênico em milho nativo nas comunidades de Oaxaca, com implicações graves, porque o México é o centro de origem e diversidade genética do grão.






"Good Copy, Bad Copy" de Andreas Johnsen, Ralf Christensen e Henrik Moltke

Documentário sobre direitos autorais, pirataria e cultura já feito até hoje. Várias pessoas são entrevistadas no documentário incluindo Lawrence Lessig da Creative Commons, Tiamo e Anakata do site The Pirate Bay, o artista Danger Mouse, um russo pirata de rua, e muitos outros. Os diretores conseguiram captar a tensão existente no debate atual entre detentores de conteúdo da indústria tradicional e artistas da nova indústria. O CEO Dan Glickman da Associação de Cinema Americana (MPAA em inglês) faz uma aparição, com comentários sobre seu envolvimento na campanha contra o site Pirate Bay no ano passado. Glickman também diz que ele sabe que a MPAA nunca vai parar a pirataria, mas que eles estão tentando torná-la tão difícil e complicada o máximo possível. O nome "good copy, bad copy" não poderia ser melhor para ilustrar este contraponto alertando sobre o papel que o direito autoral pode desempenhar tanto para aprisionar estas novas formas de expressão cultural, quanto para libertar a cultura permitindo uma revolução criativa mais profunda.

“A Grande Farsa do aquecimento Global” do Channel Four

O Canal 4 britânico produziu esse devastador documentário intitulado "A Grande Farsa do Aquecimento Global". Ele não foi, ao que parece, exibido por nenhuma das redes de televisão nos EUA. A crítica do filme se baseia na opinião de vários cientistas e especialistas em climatologia, geografia e física, demostrando que por trás do mito do aquecimento global estão obscuros interesses econômicos da “indústria limpa” (Al Gore por exemplo é acionista de várias empresas de energias alternativas). E também de grandes potências (EUA, Rússia, França, e outras), que ultimamente têm recomendado aos países emergentes que não se industrializarem para não poluírem. Sendo verdade, ou em parte verdade, ou uma completa farsa, o aquecimento global tem sido usado como escusa para outros fins que nada tem a ver com o bem estar na Terra.







"A Guerra contra a Democracia" de John Pilger

Neste documentário John Pilger mostra a perseguição histórica dos Estados Unidos, não pela democracia, mas CONTRA ela. Os EUA, ao contrário de levar a democracia ao mundo (como sempre propagam...), na verdade tem feito de tudo para que isso não aconteça. Viajando para vários países (Guatemala, Nicarágua, El Salvador, Chile, Bolívia, Venezuela), John Pilger mostra as repetidas vezes na história do continente onde os EUA usou as armas para suplantar governos democraticamente eleitos .O documentário tem um nível de detalhamento e atualidade profundo, indo fundo em cada caso. Contendo entrevistas com o presidente Hugo Chávez, com pessoas comuns nos "barrios" de Caracas organizadas nas "misiones" que lêem sua constituição; com pessoas torturadas pela ditadura chilena (e também pessoas que defendem Pinochet!); com uma sobrevivente dos "esquadrões da morte" em El Salvador; e até com um ex-agente da CIA, que revela como eles propagam sua guerra particular na América Latina... O filme faz revelações surpreendentes e inquestionáveis, da tragédia e violência imputada pelos EUA e seus aliados locais ás pessoas da América Latina.
John Pilger, é um reconhecido jornalista e escritor australiano, que se dedica á contra-informação e á denúncia das falsidades da democracia capitalista, e das atrocidades cometidas em seu nome. Produziu vários documentários, sendo este um dos melhores dele.

“Historia de Bolivia” de Francisco Cajias

Conta a história política do país, para entender que forças políticas, econômicas e culturais formaram e formam o país. Além de didaticamente nos mostrar a geografia, a cultura, os costumes e as tradições deste país - “o coração da américa” - como é chamado no documentário.







NOVO“Iraque á Venda” de Robert Greenwald

Documentário da produtora e rede de mídia Brave New Films, que mostra a ganância, crueldade e estupidez das mega-corporações que fazem do Iraque e da invasão americana um negócio altamente lucrativo. Essas mega corporações tem mais atividades no Iraque do que os próprios soldados e militares. Seus funcionários recebem mais e são melhores tratados que os soldados americanos comuns, os quais inclusive são prejudicados pelos serviços malfeitos e defeituosos das corporações. São elas: CACI, Haliburton, Blackwater, Titan, DynCorp, Haytheon, entre outras, que recebem contratos bilionários para tomarem conta do Iraque. O filme traz entrevistas e imagens de toda a tragédia humana desta guerra, que parece ser a primeira totalmente privatizada.



"Jogo da Dívida Externa - Quem deve á quem?" de Eduardo Coutinho

Documentário sobre a dívida externa latino-americana, dividido em cinco blocos, que abordam desde um breve histórico da dívida até algumas possíveis alternativas de seolução, passando por seus mecanismos, suas crises mais graves e suas consequências sociais. O vídeo se inicia com um histórico sobre o porcesso de pilhagem do continente, que deu origem á monstruosa e impagável dívida contraída pelos países da América Latina. Nas raízes deste processo estão os três séculos de colonização. O vídeo traz importantes depoimentos de economistas, líderes políticos e religiosos.


NOVO “João Pedro Stédile: Entrevista na TV”

Entrevista e debate com o líder e porta voz do MST (Movimento dos Sem-Terra) no programa Canal Livre da Band. Stédile responde com muita clareza e tranquilidade ás perguntas e acusações hipócritas dos jornalistas, denunciando o atual sistema aconômico brasileiro, o agraonegócio, a falta de reforma agrária efetiva e a o conteúdo de justiça social das ações do MST. Stédile esclarece dúvidas e princípios do MST, questões sociais e políticas brasileiras, para além do chauvinismo dos jornalistas, que em muitos momentos ficam mudos ou raivosos.

NOVO“La marcha Zapatista: el desafio indígena” de La Jornada

Um testemunho da dignidade indígenas. Desde as comunidades da Selva e Los Altos de Chiapas á praça principal da Cidade do México, a caravana dos comandantes do EZLN tornou-se o testemunho das demandas indígenas.Este documentário mostra em imagens, as mobilizações e as concentrações cidadãs, e documentos a passagem da caravana por doze cidades do país. Este vídeo também recupera os mais importantes discursos, diálogos e experiências que ocorreram ao longo do caminho. Suas imagens são um testemunho da dignidade indígena.


“Linha de Montagem” de Renato Tapajós

Documentário sobre as greves em São Bernardo do Campo, em São Paulo, de 1979 á 1981, momento onde foi revelado o o líder sindicalista Luís Inácio “Lula” da Silva, que mais tarde se tornaria o presidente do Brasil. Também foi o momento em que o PT se transformou numa força política relevante para o Brasil.
NOVO "Manda Bala" de Jason Kohn

O Brasil é o país da corrupção, em que o presidente do Senado é acusado de desviar 9,6 milhões de reais para construir um criadouro de rãs. Por causa da impunidade, o país se tornou tão violento que o número de seqüestros aumenta ano a ano. Empurrados pelas desigualdades sociais, os bandidos recorrem a requintes de crueldade,
como decepar as orelhas de seus reféns - depois, resta à vitima correr para uma clínica de cirurgia plástica. Para se protegerem, as classes alta e média blindam seus carros e fazem cursos de auto-defesa.
Co-produção Brasil/Estados Unidos, o documentário “Manda Bala” mostra que há uma conexão entre a corrupção política e violência urbana. E sobre como a corrupção, quer seja no Brasil ou em outra parte do mundo, não é apenas um crime de desvio de verbas, mas um crime violento. Seguindo a trilha do dinheiro, o filme vai de um político corrupto e chega a um seqüestrador.




“McLibel – Two People who Refused to Say Sorry ”

Em 2005, na Inglaterra, dois ativistas distribuíram folhetos na porta de um McDonalds intitulados: "O que há de errado com o McDonald's?" (What's Wrong With McDonald's?) acusando a multinacional de vários fatos pouco simpáticos (como a exploração e maus tratos aos funcionários, devastação da Amazônia, vender comida não saudável mesmo sabendo disso mas negando em suas propagandas...entre outras). A corporação norte-americana decidiu agir com seu exército de advogados processando os ativistas por difamação (libel em inglês significa difamação) iniciando uma saga jurídica de 314 dias ( a mais longa ação civil ou criminal na história legal da Inglaterra). A dupla foi condenada a pagar 40 mil libras esterlinas em danos por difamação. Mas ao invés de pagarem, eles foram à Corte de Direitos Humanos de Estrasburgo, acusando as leis britânicas sobre difamação de operarem pesadamente em favor de empresas como o McDonald's. Os juízes de Direitos Humanos fundamentaram a seu favor, dizendo que o julgamento não havia sido justo, como é garantido pela Convenção de Direitos Humanos, da qual o Reino Unido é signatário. O caso ficou na imprensa, prejudicando a imagem do McDonalds por todo o tempo do processo, ganhando no final os dois “zé ninguéns”. Estima-se que o caso tenha custado à gigante do "fast food" um total de 10 milhões de libras, e foi descrito como "o pior desastre de Relações Públicas de uma corporação na história".

Sem legendas em português, Áudio em inglês


"Memórias do Saque" de Fernando Sollanas

Um registro da histórica revolta dos argentinos em 2001. O filme faz a genealogia da pior crise da história argentina e aponta os principais responsáveis por essa situação dramática. Em dezembro de 2001, os argentinos saíram às ruas para protestar contra o governo de Fernando de la Rúa, já que a maior parte da população se encontrava em situação de penúria. Nas manifestações, que foram reprimidas pelas forças policiais, 34 pessoas morreram e o presidente De la Rúa acabou renunciando. As altas dívidas, o ultraliberalismo, a corrupção e as privatizações foram resultado de uma política de terra arrasada empregada pelo presidente, com a ajuda de empresas multinacionais e a cumplicidade de organizações internacionais, como o Banco Mundial e o FMI.


NOVO "México Rebelde"

Este documentário vai ao interior do estado de Chiapas, no México, para detalhar e denunciar a situação de penúria, abandono e violência contra as comunidades indígenas e pobres, que começaram á se levantarem através do EZLN (Exército Zapatista de Libertação Nacional). Além da extrema pobreza, o povo mexicano das áreas como Chipas, ainda enfrenta a repressão sangrenta dos paramilitares que não exitam em assassinar idosos, mulhreres e crianças. Mas, os zapatistas lutam contra essa opressão, liderados pelo auto-intitulado SubComandante Marcos e organizados em municípios “autônomos” e de “bom-governo”. Lutam pela terra, pelo reconhecimento da diversidade das culturas indígenas e contra sua discriminação, além de fazerem parte do denominado “povo de Porto Alegre” (em alusão ao Fórum Social Mundial de 2002) e por seus princípios universalistas. Muitos jovens do mundo todo vão até Chiapas prestar apoio aos zapatistas, e estes não deixam de lado uma nova ferramenta de luta: a internet.

“Milton Santos: O Mundo Global visto de cá” de Silvio Tendler

Neto de escravos, Milton Santos nasceu em 1926 e foi alfabetizado em casa. Anos de estudo depois, acabaria por se tornar um dos mais importantes e influentes intelectuais brasileiros. O geógrafo, que faleceu em 2001, era formado em direito, havia trabalhado como jornalista e se tornou doutor em geografia após um curso na França, na década de 50. O filme trata do processo de globalização com base no pensamento do geógrafo Milton Santos, que, por suas idéias e práticas, inspira o debate sobre a sociedade brasileira e a construção de um novo mundo.


"Milton santos: Por uma outra Globalização" de Silvio Tendler Milton Santos é um intelectual que, por suas idéias e práticas, inspira o debate sobre a sociedade brasileira e a construção de um novo mundo. A partir da geografia, realiza uma leitura do mundo contemporâneo que revela as diversas faces do fenômeno da globalização: suas fábulas, seus malefícios e suas possibilidades. Ao desnudar os processos que engendram as perversidades deste mundo global 'confuso e confusamente percebido', torna-se evidente que sua sustentação só se dá devido à imposição de um pensamento único. Na evidência dos paradoxos que constituem esta globalização, Milton Santos enxerga as possibilidades, já em andamento, de construção de uma outra realidade. Inova, portanto, quando, ao invés de se colocar contra a globalização, propõe e aponta caminhos para uma outra globalização.


NOVO "A Morte do Trabalhador" de Michael Glawogger

Da Ucrânia à Indonésia, passando pela Nigéria, China e Paquistão, esta é a viagem ao mundo dos trabalhos precários. O documentário propõe revelar o trabalho manual, e muitas vezes invisível, realizado nas mais extremas condições. As imagens, impressionantes, lembram as fotografias de Sebastião Salgado. São cinco histórias: os “Heróis” de Donbass, na Ucrânia, onde um grupo de pessoas passa os dias arrastando-se em minas de carvão ilegais; os “Fantasmas” de Java, na Indonésia, onde homens enfrentam um vulcão, ainda ativo, em troca de enxofre; os intrépidos “Leões” nigerianos convivem diariamente com sangue, fogo e odores nauseabundos no matadouro onde trabalham; os “Irmãos” de Gaddani, no Paquistão, desmantelam um gigante petroleiro abandonado e, a esperança de um “Futuro” radioso na China, onde os trabalhadores metalúrgicos receiam ser uma espécie em extinção. Cinco retratos do trabalho manual pesado, cada vez menos visível neste tecnológico século XXI.




“A Morte de um Presidente” de Gabriel Range

Ficção/ documentário sobre um possível assassinato ao presidente George W. Bush e suas possíveis conseqüências. Causou muita polêmica nos EUA. Examina os movimentos anti-Bush nos EUA, a perseguição aos muçulmanos, a repulsa dos cidadãos americanos pelas políticas guerreiras e militaristas do governo americano e no final traz uma maior compreensão do que é o império americanos desde o ponto de vista dos próprios americanos e, também de todos que são afetados por suas desgraças...o filme, ao contrário do que parece, não incentiva atos de violência, mas mostra como ela (a violência) não importando a justificação para utilizá-la, só gera mais violência e destruição, e que além disso, um sistema opressor não depende apenas da vontade um homem.

“Mundo Cola” - de Irene Angelico

A história por trás da bebida nº 1 do mundo, mais consumida até que a água. O poder de influenciar comportamentos inserindo o estilo de vida estadunidense, a relação com a política (com guerras ou com a paz a empresa sempre se aproveitou das situações), e a influência em fatos históricos do séc. XX fazem a Coca-Cola ser muito mais do que uma empresa de bebidas. Como um líquido 99% composto por água com açúcar pode transformar culturas e influenciar a vida de bilhões de pessoas? Em Mundo-Cola,descubra como um elixir medicinal, inventado por um farmacêutico dependente de morfina, transformou-se na bebida mais adorada em todo o planeta. Conheça as espertíssimas estratégias de marketing (desde a invenção do Papai Noel ás gigantescas campanhas internacionais) que fazem a Coca-Cola ser consumida mais de 900 milhões de vezes por dia, e saiba como você pode ter sido influenciado por ela, sem nem ter se dado conta.


NOVO “Nas Terras do Bem Virá” de Alexandre Rampazzo e Tatiana Polastri

O documentário "Nas Terras do Bem-Virá" "costura" vários casos de conflitos envolvendo migrantes de regiões pobres, fugitivos da seca, que caíram no trabalho escravo, perderam suas terras, foram assassinados e viram assassinar seus líderes. Casos de um povo que cansou de migrar em busca da sobrevivência e decide lutar para conseguir um pedaço de terra, deixar de ser escravo e manter viva a última grande floresta tropical do planeta. Gravado em 29 cidades de cinco estados do norte e nordeste brasileiro, o vídeo aborda entre outros assuntos, o modelo de colonização da Amazônia, o massacre de Eldorado do Carajás, o assassinato da missionária Dorothy Stang e o ciclo do trabalho escravo.
"Noam Chomsky: Moralidade Distorcida"

Aula do professor e ativista estadunidense, revelando como os USA usam argumentos diferentes para atacar e invadir países do que os que usam quando se sentem atacados. Denuncia o discurso da mídia americana querendo cooptar a opinião pública. "Noam Chomsky: O Consenso Fabricado"

Outro documentário do Chomsky, um dos principais lingüistas e dissidentes políticos de América. Desta vez ele analisa a mídia e seu discurso e revela os mecanismos de manipulação por trás da grande imprensa. Ilustra como o governo e os grandes negócios dos meios de comunicação cooperam para produzir uma máquina eficaz de propaganda, a fim manipular as opiniões das pessoas. O exemplo chave para esta análise é a cobertura maciça da mídia das atrocidades do regime comunista do Khmer Vermelho (do Cambodja) e ao mesmo tempo da supressão das notícia da invasão do Timor Leste pela Indonésia, que era apoiada pelo governo americano.

"Notícias de uma Guerra Particular " de João Moreira Salles, Kátia Lund - DVD Duplo

Eleito um dos melhores filmes brasileiros contemporâneos pela Revista de Cinema e vencedor da competição nacional de documentários do festival É Tudo Verdade, Notícias de uma guerra particular é um amplo e contundente retrato da violência no Rio de Janeiro. Flagrantes do cotidiano das favelas dominadas pelo tráfico de drogas alternam-se a entrevistas com todos os envolvidos no conflito entre traficantes e policiais - incluindo moradores que vivem no meio do fogo cruzado e especialistas em segurança pública. A realidade da violência é apresentada sem meio-tons e da forma mais abrangente possível, tornando patente o absurdo de uma guerra sem fim e sem vencedores possíveis.


“Ônibus 174” de José Padilha

Um documentário baseado em fatos reais, do drama acontecido no Rio de Janeiro com a linha 174 HUMAITA. No dia 12 de junho de 2000, um ônibus cheio de passageiros é seqüestrado no Rio de Janeiro, em plena luz do dia. O seqüestrador, Sandro do Nascimento, aterroriza suas vítimas durante 4 horas e meia enquanto todo o país assiste ao drama levado ao vivo pela TV brasileira. Baseado numa extensa pesquisa sobre a cobertura do crime, com entrevistas e documentos oficiais, ÔNIBUS 174 é uma investigação cuidadosa do seqüestro - focalizando Sandro do Nascimento, sua infância, e como ele inevitavelmente estava destinado a se tornar um bandido.

"Opus Dei - uma cruzada silenciosa" de Marcela Said Cares e Jean de Certau

Opus Dei é um documentário que entra no coração da organização mais influente e secreta da Igreja Católica. Uma viagem inédita ao mundo do fundamentalismo cristão onde os os sonhos de por "a cruz em meio mundo" se tornam reais. A Opus Dei trabalha pela construção da "verdadeira" sociedade cristã. Desde pequenas escolas de hotelaria ás grandes escolas de comércio da Europa, o filme não só revela um mecanismo eficaz de luta e conquista do poder, mas se pergunta pelas verdadeiras aspirações políticas e ideológicas desta organização.




NOVO “Orwell se contorce no túmulo” de Robert Kane Pappas

O realizador Robert Kane Pappas investiga o que a mídia não gosta de falar: sobre si mesma. Reconstituindo meticulosamente o processo pelo qual a imprensa têm distorcido e frequentemente negado acontecimentos noticiosos reais, o documentário apresenta uma eloqüente e fascinante mistura de profissionais da mídia e de orientadoras vozes intelectuais na imprensa. O vídeo fornece um fórum para idéias que nunca irão ser ouvidas na imprensa. Danny Schecter da Globalvision: “Falsamente pensamos no nosso país como sendo uma democracia quando esta evoluiu para uma "mídiacracia", onde a imprensa que supostamente deveriam controlar os abusos políticos fazem parte do abuso politico.” O professor de jornalismo da Universidade de Nova York diz: “Estas entidades comerciais rivalizam atualmente com o governo pelo controle sobre as nossas vidas. Não são um contrapeso saudável para o governo.” Goebbels afirmou que o que se deseja num sistema de mídia – falando do sistema nazista de mídia - é apresentar uma ostensiva diversidade que oculta uma real uniformidade.


NOVO "O Pesadelo de Darwin" de Hubert Sauper

As margens do maior lago tropical do mundo, considerado como o berço da Humanidade, são hoje o palco do pior pesadelo da globalização. Na Tanzânia, nos anos 60, a Perca do Nilo, um predador voraz, foi introduzida no lago Vitória, como experiência científica. Acontece que ele é um predador, assim em poucas décadas eliminou as outras espécies de peixes que haviam no lago, o transformando em um desastre ecológico. Porém, segundo alguns, isto é economicamente bom, pois o filé da perca do Nilo é exportado para a Europa, onde é muito consumido. Pescadores, operários de fábrica, funcionários públicos, pilotos de aviões de carga e principalmente os grandes exportadores ganham com isto, mas boa parte do povo, que deveria se alimentar com este peixe, está passando fome. No céu, enormes aviões de carga da ex-União Soviética formam um ballet incessante, abrindo a porta a outro tipo de comércio: o comércio de armas.


"Porque lutamos" de Eugene Jarecki


A política internacional americana é dominada pela idéia da supremacia militar? As forças armadas tem se tornado demasiadamente importantes na vida americana? Este polêmico e inteligente filme pretende dar uma resposta afirmativa a cada uma destas perguntas. Que forças dão forma e impulsionam o militarismo americano? Este filme fornece um olhar no interior da anatomia da máquina de guerra americana.

NOVO “A Raíz de Todo Mal” de Richard Dawkins

Feito pela BBC e apresentado pelo biólogo e escritor Richard Dawkins, este documentário explora as influências negativas das religiões na sociedade moderna. Está dividido em duas partes: A Ilusão de Deus e O Virus da Fé.
A primeira parte aborda as questões por trás da crença irracional e sem evidências de que há um ser superior, onipotente e onipresente, criador de todas as coisas. Entrevistando autoridades de diversas religiões Dawkins explora a história, conceitos e razões por trás das grandes religiões e a forma (desde sua opinião) como elas são completamente nocivas a ciência e a humanidade como um todo. A segunda parte analisa como as religiões exploram a fragilidade intelectual das crianças visando perpetuar as suas crenças, costumes, etc. Ele mostra, também, como algumas igrejas utilizam do medo como ferramenta de controle e persuasão de seus seguidores.


"A Revolução dos Cocos" - Documentário do NATIONAL GEOGRAPHIC

"A Revolução dos Cocos" relata a luta do povo de Bougainville (ilha do pacífico anteriormente pertencente a Papua Nova Guiné) contra a mineradora inglesa multinacional Rio Tinto Zinc, e depois por sua independência. Os moradores da ilha expulsaram, pelo uso da sabotagem, a mineradora, depois expulsaram o exército de Papua, e depois o exército da Austrália, depois mercenários contratados. Sofreram um cerco de 7 anos (a população é de aprox 150 mil) e inventaram meios alternativos p/ sobreviverem (energia elétrica, combústivel, comida, remédios...) tudo a partir de cocos.

"A Revolução Não Será Televisionada" de K. Bartley e D. O Briain

Documentário produzido pela BBC de Londres que mostra por dentro o golpe contra Hugo Chavez na Venezuela. Os documentaristas estavam na hora dos incidentes e registraram todas as etapas: desde a imensa mobilização popular constitucionalista á favor do presidente eleito (Chávez), aos acontecimentos dentro do palácio presidencial de Miraflores no momento do golpe e na posterior retomada do poder. Espetacular para escolas.


"Roger & Eu" de Michael Moore

Em 1989, Michael Moore - Vencedor do Oscar® 2003 de Melhor Documentário e do prêmio especial do Júri em Cannes por Tiros em Columbine em 2002 -, debutou com louvor nas telas com Roger e Eu, uma pérola do cinema independente. Moore, como um incansável e inabalável rolo compressor, tentou o que todo trabalhador sempre sonhou em fazer: falar com quem manda. A cidade de Flint, no estado de Michigan, EUA, sempre girou em torno do parque industrial da General Motors, lá instalado. Por isso, a decisão de empresa de remover a fábrica de lá, em meados da década de 80, trouxe desemprego e pobreza a região. A jornada de Moore, cidadão de Flint, para encontrar o presidente de GM, Roger Smith e convencê-lo a visitar a cidede criou um filme bem humorado, ácido e devastador, Roger e Eu ironiza e América corporativa de maneira aguda e "cotovelar', Com um ritmo ágil e alcance vasto, o cinema de Moore é uma verdadeira metralhadora. Simplesmente hilário.

"Sicko" de Michael Moore

O novo filme do cineasta Michael Moore. Após o sucesso de "Tiros em Columbine" e "Fahrenheit 11 de Setembro" o divertido documentarista ataca a indústria farmacêutica norte-americana, denunciando a máfia por trás da saúde das pessoas em "Sicko". O filme já gerou polêmica antes de ser lançado, já que Moore e sua equipe de filmagem viajaram á Cuba para retratar o sistema de saúde da ilha, e por isso estão sendo processados pelo governo (os americanos só podem viajar á Cuba com permissões especiais das autoridades). Alguns críticos já declararam que este é o melhor filme de Moore.



"Sob a Névoa da Guerra"de Errol Morris

Robert S. McNamara, Secretário de Defesa dos governos dos Presidentes Kennedy e Johnson, foi um dos mais controversos e influentes políticos do século XX. Agora, pela primeira vez, ele conversa cara-a-cara com o diretor vencedor do OSCAR Errol Morris (Na Linha da Morte) para oferecer uma franca e íntima jornada por alguns dos eventos mais decisivos da história contemporânea americana. Como líder da mais poderosa força militar do mundo durante um dos períodos recentes mais conturbados desta nação, McNamara apresenta novos e curiosos fatos sobre o bombardeio de Tóquio, a crise cubana de mísseis e ainda os efeitos da Guerra do Vietnã. Apresentando conversas gravadas no Salão Oval recém lançadas com os Presidentes John F. Kennedy e Lyndon B. Johnson, Sob a Névoa da Guerra foi aclamado pelo relato íntimo da perspectiva pessoal do informante.

“Sociedade do Espetáculo” de Guy Debord

Lançado na França em 1967, “A Sociedade do Espetáculo” tornou-se inicialmente livro de culto da ala mais extremista do Maio de 68, em Paris; hoje é um clássico em muitos países. Mais tarde o próprio Guy Debord realizou este filme transpondo seus conceitos ao cinema, esboçados inicialmente no livro. O “espetáculo” de que fala Debord vai muito além da onipresença dos meios de comunicação de massa, que representam somente o seu aspecto mais visível e mais superficial. Segundo Debord o “espetáculo” é uma forma de sociedade em que a vida real é pobre e fragmentária, e os indivíduos são obrigados a contemplar e a consumir passivamente as imagens de tudo o que lhes falta em sua existência real. Enquanto a primeira fase do domínio da economia sobre a vida caracterizava-se pela notória degradação do ser em ter, no espetáculo chegou-se ao reinado soberano do aparecer. As relações entre os homens já não são mediadas apenas pelas coisas, mas diretamente pelas imagens e superficialidade.



"Super Size Me - A Dieta do Palhaço" de Morgan Spurlock

Vencedor de inúmeros prêmios, Super Size Me é um filme sério e divertido, trágico e cômico. Afinal, a saúde é alvo de grande preocupação do homem moderno. Morgan Spurlock se propôs a comer por 30 dias apenas itens do cardápio do Mc Donalds para provar os efeitos nocivos desse tipo de comida no corpo humano. Sem perder o humor, conseguiu atrair a atenção de uma das redes de fast food mais famosas do mundo, que inclusive vem alterando seu cardápio com itens mais saudáveis depois do sucesso mundial do alerta do Super Size Me. Sucesso no mundo inteiro, vai fazer você rir muito... e pensar também.



"Surplus" de Erik Gandini

Um documentário diferente sobre o consumo exagerado. 1/5 da população mundial consome 4/5 dos recursos do planeta terra e produz 86% de todo desperdício. Nesta bonita e curta jornada do mundo, os diretores de cinema exploram o assunto através de muita música, cinemas e de um jeito alegre. O famoso presidente Bush "no discurso encorajando as compras" e uma garota de Cuba que sonha com um Big Mac: "Excesso" literalmente penetra e visualiza o consumo exagerado.

"Timor Leste - O Massacre que o Mundo não Viu" de Lucélia Santos e Pedro Neschling

Três meses após deixar de ser uma colônia portuguesa em 1975, Timor Leste foi invadido pela vizinha Indonésia e seu povo sofreu durante 25 anos um dos massacres mais cruéis do século XIX. O povo timorense resistiu bravamente às atrocidades cometidas pelo governo indonésio e ignoradas pela opinião pública internacional. Um terço da população foi assassinado durante sua luta pela independência. O filme conta toda essa história, mostra a realidade de Timor Leste e a esperança de seu povo de um futuro melhor.

"Tiros em Columbine" de Michael Moore

O premiado diretor Michael Moore, revela neste filme o fascínio dos americanos por armas de fogo, que desencadeiam em crimes horríveis como o de 1999 em uma escola pública em Columbine, onde dois jovens entraram armados na biblioteca e mataram 12 colegas e 1 professor se suicidando em seguida. Michael Moore na verdade, trás à tona a grande polêmica sobre o porte de arma indiscriminado, perante uma nação que tira a vida de seu semelhante por motivos medíocres e irrelevantes. Um filme premiadíssimo, para você entrar nesta discussão que, cada vez mais, fica próxima da nossa realidade.
“TLC - Oro por Cuentas de Vidrio”

“A reprodução não comercial deste documentário é livre e necessária". Com esta frase se finaliza o documentário "Oro por cuentas de vidrio". Um profundo trabalho de investigação que, mediante uma linguagem accessível para qualquer pessoa, permite conhecer as conseqüências que traria o Tratado de Livre Comércio (TLC) com os Estados Unidos no caso de ser aprovado. Ao longo dos quase 60 minutos de duração, o filme rompe com muitos mitos que surgiram sobre o TLC e apresenta testemunhos de costarriquenses de carne e osso, ao tempo que desnuda os vínculos comerciais que existem entre os políticos que impulsionam o TLC e os negócios que se desenvolvem ou podem se desenvolver na sombra deste tipo de acordos comerciais.

Sem legendas em Português - Áudio em espanhol

"Uma Verdade Inconveniente" de Davis Guggenheim

O ex-vice-presidente americano e candidato derrotado por Bush, Al Gore, apresenta sua advertência e visão do futuro de nosso planeta de nossa civilização, um alerta sobre o perigo do superaquecimento global. Uma Verdade Inconveniente é um filme para ser assistido com um olhar crítico, já que se trata se um filme protagonizado por um político americano que perdeu as eleições. Apesar dos interesses de Al Gore e do seu partido (Democrata) o filme apresenta um importante e detalhado acervo de imagens e informações sobre o aquecimento global (o que por si só já ajuda á compreender um lado da situação).


“Vida em Cana” de Jorge Wolney Atalla

Há séculos que a cana-de-açúcar exerce um papel fundamental nas vidas de milhões de pessoas no Brasil. Hoje, mais de 1.3 milhões de pessoas estão envolvidas diretamente nesta agroindústria, das quais 800 mil são cortadores de cana. Os protagonistas são cortadores de cana-de-açúcar, "brava gente de bem" com caráter, com determinação, com sua esperança, sua fé e seus sonhos, exemplos preciosos de nossos trabalhadores rurais. Uma vida sofrida mais rica em valores humanos. Em média, cada trabalhador corta cana suficiente para a produção de 22 toneladas de açúcar por dia. Desse total, menos do que o valor equivalente a cinco quilos ficará em seu bolso, depois de uma estafante jornada, iniciada com o primeiro canto do galo.



NOVO “Vídeos sobre Oaxaca” de Jen Lanhorne e Arnaldo Peña; Partido Comunista do México

sem legendas em português - áudio em espanhol

Vídeos que contam a trajetória do movimento popular na cidade de Oaxaca, e a tomada de rádios e meios de comunicação que se deu durante as imensas manifestações promovidas pela APPO (Assembléia Popular dos Povos de Oaxaca). Estes três vídeos mostram as manifestações, a organização popular, a ação dos meios de comunicação do país, e violenta repressão desatada que prendeu e torturou mais de 200.

NOVO "Violência S.A." de Newton Cannito


Este documentário foi lançado na época do referendo nacional sobre o desarmamanto, em um momento em que a violência estava em foco. Violência S.A. explora as relações humanas e sociais que existem por trás da violência e que foram muitas vezes criadas por ela. Mostra como o medo pode ser rentável, passeando pelo maravilhoso shopping-center da segurança: carros blindados, bunkers residenciais, armas de fogo, cofres ultra-modernos, seguranças particulares, consultores, estudiosos, lobistas, chipe, satélites...
O Brasil é o país com a segunda pior distribuição de renda do planeta. Fica atrás apenas de Serra Leoa. E tem também a maior frota de carros blindados do mundo, à frente dos Estados Unidos inclusive. Esse é um exemplo das “curiosas” relações que o filme revela, nunca de maneira convencional. A locução, por exemplo, é feita por um personagem: o paulistano típico, seduzido com as possibilidades do cada vez mais sofisticado e promissor mercado de segurança brasileiro.

"Zeitgeist" de Peter Josep

Um documentário revelador e surpreendente sobre as mentiras e manipulações do poder dos EUA e do sistema financeiro. Zeitgeist significa "o espírito do tempo" que seria algo como "a forma que vemos o mundo num determinado momento histórico". O documentário trata de desmontar nossa visão, nossas crenças, desde a existência mesma de Jesus, os ataques de 11 de setembro no WTC, e o poder do sistema financeiro que há muito tempo já tem traçado o destino de todos nós. O conteúdo desse filme tem gerado muita polêmica e controvérsia, pois está sendo espalhado pela internet no mundo todo, levando milhões de pessoas á pensarem seriamente em que acreditamos e na possibilidade de uma revolução. Talvez você não concorde com todo o exposto aqui, e talvez ne seja possível prová-lo, mas pelo menos dará muito o que pensar...
Criar um Site Grátis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net